Este projeto visa cobrir as enormes lacunas de conhecimento a respeito do patrimônio histórico, cultural, material e imaterial que a sociedade encontra quando busca saber mais sobre si mesma quando tenta conhecer melhor as Histórias Iguassuanas…

Não é nossa ambição abranger a totalidade da história da cidade de uma única vez, ao contrário, todo conteúdo produzido em Histórias Iguaçuanas… será constantemente acrescido com atualizações e ampliações. O objetivo é abrir novos dossiês, compilados em fascículos temáticos. Uma vez que um dos fascículos estiver sendo divulgado não encerramos o trabalho sobre ele, apenas daremos espaço para uma nova pesquisa, com novos objetivos. Conhecimentos novos sobre temas já divulgados poderão ser acrescidos, tanto nas plataformas virtuais quanto nos impressos que acaso venhamos a publicar.

Histórias Iguassuanas…, assim no plural, por reconhecer a pluralidade de nossa cultura, e por que faremos este trabalho em publicações temáticas. No momento de lançamento temos dois fascículos sendo divulgados. Histórias Iguassuanas… …nas ruas e Histórias Iguassuanas… … nas casas.

… nas ruas tem um objetivo muito simples, levantar dados biográficos básicos de personalidades que nomeiam ruas da de Nova Iguaçu. A partir do trabalho publicado podemos incorporar novos dados sobre personagens já biografados, com acréscimosa partir de monografias, e estudos de caso.  Porém a inclusão de novas ruas, sejam de bairros afastados ou do centro da cidade, não deve ser interrompida. Por tanto todos que possuírem dados de homenageados com ruas em nossa cidade devem se sentir convidados a colaborar conosco.

Vale destacar uma vez mais, este é o ponto de partida de uma nova forma de difusão do conhecimento histórico em Nova Iguaçu. O Centro de Memória de Nova Iguaçu pretende ser polo aglutinador de pensadores, pesquisadores e apaixonados por nossa cidade e região. Contribuindo, de maneira efetiva, para a difusão do conhecimento, sem encastelar, ocultar ou reservar em nichos partes o todos, desejamos fazer que o cidadão iguaçuano, o morador da Baixada Fluminense, e o amante do conhecimento em geral, possa acessar, contribuir e divulgar informações sobre nossa cidade.

Sua sugestão será muito bem vida, pois o perfil acadêmico de quem está atuando no Centro de Memória de Nova Iguaçu não deve ser limitador, ou o único norteador, dos projetos que aqui virão a ser desenvolvidos. Queremos produzir fascículos com as mais variadas temáticas, e já temos em vista alguns, a saber;samba, escravidão, imigração, colonização. Você está convidado a contribuir com estes temas ou a sugerir novos aspectos a serem postos à disposição de todos que desejarem conhecer um pouco mais sobre Nova Iguaçu.

Esperamos que gostem deste trabalho, que não é do Centro de Memória de Nova Iguaçu, mas pertence a todos nós, que com carinho e dedicação, cuidamos de nossa memória e história.

Nova Iguaçu, 30 de abril de 2016.

Allofs Daniel Batista

Gestor do Centro de Memória de Nova Iguaçu

Realização:

lbrasao

Secretária de Cultura de Nova Iguaçu

Secretário: Wagner D’Almeida

download

Centro de Memória de Nova Iguaçu

Gestor: Allofs Daniel Batista

Equipe: Italo Renato

Jéssica Andrade Costa

brasao1

Subsecretaria de Ciência e Tecnologia

Secretária: Cristiane Bittencourt

Acessora da Subsecretaria de Ciência e Tecnologia de Nova Iguaçu: Roberta Estevão

Outros: 

Analista de Sistemas e Métodos (PRODERJ): Marcos Antônio Mello Estevão

Arte Gráfica – João Garaza

Anúncios