Nasceu em 7 de Abril de 1908, filho de Maria Ana Guimarães e Adriano Guimarães, no Rio de Janeiro, então Distrito Federal.  Em 1930, formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade do Rio Janeiro.

Veio para Nova Iguaçu para assumir o cargo de delegado da 7ª Região Policial do Estado do Rio de Janeiro, tornando-se promotor público adjunto da Justiça do Distrito Federal no ano seguinte e, em 1933, testamenteiro e tutor judicial da justiça do Distrito Federal.

Foi eleito em 1934 como Deputado Estadual, pelo PPR (Partido Popular Radical), exercendo mandato de 1935 a 1937, quando a instauração do Estado Novo extinguiu os partidos políticos, o que perdurou até o ano de 1945.

Em 1947, se elegeu Deputado Estadual constituinte pela UDN (União Democrática Nacional), encerrando o mandato em 1950, quando se tornou diretor da Caixa Econômica Federal no estado do Rio de Janeiro, chegando, em 1955, à presidência da instituição.

Já no ano de 1954, tornou-se Deputado Federal pela UDN, assumindo a cadeira nos meses de outubro e novembro de 1955. Em maio de 1957 tornou-se vice líder da União Democrática Nacional.  Em 1961 deixou a Câmara dos Deputados.

Durante a gestão do governador Roberto Silveira, entre 1959 e 1961, atuou no cargo de secretário do Interior e Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Em 1962 candidata-se a Senador pelo Partido Republicano, obtendo apenas uma suplência. Desde então, passou a exercer apenas a advocacia na região da Baixada Fluminense.

Faleceu na cidade de Nova Iguaçu, em 16 de outubro de 1991.

Acesse pelo celular ou tablet:

Qr code - Dr Mario Guimarães

FONTE: BATISTA, Allofs Daniel. Onze prefeitos em onze anos: o campo político iguaçuano nas páginas do correio da lavoura (1964 – 1975). Rio de Janeiro: PPGH – Unirio, 2014.

Anúncios